Artigos
A cultura como transformação da sociedade

A cultura no sentido amplo é o pilar de uma sociedade livre, promissora e contestadora. Muitos divergem sobre isso, mas não podem esquecer que foi através dos movimentos culturais que nações foram forjadas e criaram sua própria identidade enquanto sociedade.
O que me deixa cada vez mais ciente de que investir na cultura é tirar do atraso de anos nosso povo. Mas muitos governantes não gostam dessa matéria, pois um cidadão culto passa a ser contestador, a distinguir o que é certo, passa a pensar e com isso fica mais difícil conduzi-lo a um abismo, a uma doutrinação.
Em 1982 um grupo de artistas ocupou esse mesmo teatro para contestar sobre a forma como a cultura era tratada no nosso município, passados 34 anos, muitos integrantes desse mesmo grupo hoje está no poder e infelizmente os movimentos culturais precisam, mais uma vez, ocupar o mesmo teatro para reivindicar seus direitos, promessas que não foram cumpridas por quem mais teria propriedade de fazer essa transformação, já que esteve na outra ponta.
Essa ocupação do Tetro de Bolso é o reflexo do cansaço de promessas jogadas ao vento, falta de investimentos, falta de visão político administrativa. A Cultura é mola propulsora da economia e Campos possui um acervo de fazer inveja, com seus casarios, prédios históricos, história pura que está adormecida no manto da ineficiência e na falta de credibilidade do poder público. Falta essa que faz com que os responsáveis nem procurem o diálogo, o que os manifestantes mais procuram, conversar com quem decide e nem nisso são atendidos.
Sei que passamos por problemas econômicos no país, com estados e municípios diminuindo seus investimentos, o próprio estado do Rio passa por problemas graves, mas tivemos anos de dinheiro sobrando e pouco foi realizado, uma ineficiência assustadora, somente o Teatro Trianon teve protagonismo nesses anos com verbas que beneficiam espetáculos voltados para uma parcela da sociedade. Os verdadeiros artistas de Campos não pisam no Trianon.
Eu, que desde 85 ajudei a construir, me sinto na obrigação de reconduzir esse processo de mudança que se perdeu pelo caminho. Tenho a certeza que esse modelo se esgotou, que Campos tem jeito e temos que dar as mãos e buscar um novo começo para todos.

  • +

    Facebook
    Facebook
    Google+
    http://geraldopudim.com.br/a-cultura-como-transformacao-da-sociedade/">
    YOUTUBE
  • Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial